Matanças - Ano VII

2ª feira, 22 Dezembro, 6h66 - Entrada livre


#‎YoTambienSoyAnarquista

Hoje, dia 16 de Dezembro, pelas cinco e um quarto da manhã, cumprindo ordens da Audiência Nacional Espanhola, um dispositivo formado por centenas de polícias de intervenção foi mobilizado para levar a cabo uma operação contra o movimento libertário. O enfoque foi em Barcelona, mas há relatos de actuação semelhante noutras zonas da Catalunha e também em Madrid.

Na capital catalã, um dos locais atacado foi a Kasa de la Muntanya, histórica casa ocupada de Barcelona, prestes a cumprir 25 anos de actividade.

Sabemos que, para além das improváveis alegações da autoridade, o que está em jogo é um ataque a todo o movimento social de oposição ao capitalismo e à sua encarnação democrática, uma continuação lógica da recém criada lei da mordaça que coloca sob mira as alas mais radicalmente inconformadas.

Um ataque contra uma é um ataque contra todas. Na ausência de possibilidade de apoio local, a CasaViva, em solidariedade, junta-se às vozes que exigem a libertação imediata e sem acusações de todas as pessoas detidas e declara que #‎YoTambienSoyAnarquista‬.


















Mais info em: 
pt.indymedia.org/conteudo/newswire/29339 
pt.indymedia.org/conteudo/newswire/29340

Cinemorfes - Festen

4ª feira, 17 Dezembro, 19h00 - Entrada Livre



FESTEN (1998), de Thomas Vinterberg, [100']

Dinamarquês, leg. Português

Uma família conservadora reúne-se num ambiente luxuoso para celebrar o 60º aniversário do seu patriarca. Uma premissa adequada para assistirmos a um belo momento familiar. Ou não.

Montagem de PC's

Sábado,  13 Dezembro, 16:00, Entrada Livre



Sempre quiseste saber como montar um PC e tiveste medo de tentar? Não tens componentes ou o conhecimento e não queres estragar? Vem ter conosco! Irás aprender a montar um PC, testar as várias componentes e ainda instalar um distro linux!

Feira da Loja Livre

Sábado, 13 Dezembro, 14:00/18:00




Para combater o sistema capitalista e consumista em que vivemos, nada melhor do que "faz tu mesm@" no decorrer da Feira haverá Workshop de crochet!

Cinemorfes: O meu outro país / Mitt andra land

Quarta, 10 Dez, 19:00, Entrada Livre



Às 19h, abrem-se os frigoríficos e as candidaturas para ajudar nos morfes.

Depois, janta-se e vê-se cinema, não vecessariamente por esta ordem.

O filme é uma prenda de Solveig Nordlund para a CasaViva e chama-se "O meu outro país / Mitt andra land"

---

Um relato pessoal da minha vida em Portugal, através de filmes que realizei e filmes em que colaborei.

Quando acabei o liceu na Suécia fui para Paris, onde conheci um grupo de estudantes portugueses num café. Estudavam cinema. Mal sabia que havia um país chamado Portugal, mas aproveitei a boleia dos portugueses e troquei os meus planeados estudos de arte por cinema. Isto foi no fim dos anos sessenta. Acabei por casar com um dos deles e quando fiquei grávida mudámo-nos para Portugal, no meio da Guerra Colonial. Mas nós não pensámos nisso, o meu marido estava isento de serviço militar devido a uma doenca de coração.
Nós só pensámos em fazer cinema.

Com Otelo Saraiva de Carvalho e excertos dos filmes:
Perdido por Cem | António-Pedro Vasconcelos
Brandos Costumes | Alberto Seixas Santos
O Cerco | António da Cunha Telles
Dina & Django | Solveig Nordlund
As Armas e o Povo | colectivo
A Lei da Terra | Grupo Zero
A Luta do Povo | Grupo Zero
Nem Pássaro Nem Peixe | Solveig Nordlund
Gestos e Fragmentos | Alberto Seixas Santos
Scenes from the class Struggle in Portugal | Robert Kramer e Phil Spinelli

Ficha Técnica:
Fotografia: Acácio de Almeida
Montagem: Paulo MilHomens
Som: Branko Neskov/Loudness Films
Produção: Solveig Nordlund/Torromfilm
Apoios: Instituto Sueco de Cinema (Cecilia Lidin), FilmiVästernorrland, RTP
Suécia, Portugal | 2014 | 54 min

Desobesistir: do manual ao automático

Terça, 9 Dezembro, 21:00, Entrada Livre



(Leitura comentada do "Manual de Resistência Civil", de Pedro Bravo)


Quinta sessão de leitura do Manual de Desobediência Civil, livro de Pedro Bravo, publicado este ano, pela Letra Livre.

Pelo meio, discussões baseadas em conceitos e situações concretas, para análise dos nossos direitos e do comportamento habitual das forças de imposição da ordem.


No final, vamos esboçar uma cábula com o essencial e fazer o levantamento dos documentos tipo «minuta» a redigirmos para disponibilizar para quem precisar.

Cinemorfes - Soy Cuba

Quarta, 3 Dez, 19:00, entrada livre




Falo de um filme, praticamente esquecido nos anais da história. Censurado por questões políticas durante a guerra fria nos EUA, por ironia saiu do limbo graças a dois cineastas norte-americanos, Francis Ford Coppola e Martin Scorsese, que promoveram a estreia do filme nos EUA em 1995.

No início dos anos 60, o realizador soviético Mikhail Kalatozov, realizou em Cuba este filme, e pretendia que ele fosse uma arma de propaganda para divulgar a revolução cubana. No entanto, foi ignorado após a sua estreia em Havana e Moscovo e ficou desconhecido pelo público no Ocidente até à sua redescoberta como acima referi.


Filmado a preto e branco e usando movimentos, planos e ângulos de câmara raramente vistos, Soy Cuba é um documentário sobre os momentos chave da história revolucionária de Cuba, mostrando o povo e a burguesia, as tradições das festas e do trabalho, da vida e da morte.

Concerto - Brian Smith

Sáb, 29 Nov, 21:00, entrada livre



Brian Smith é um músico geofolk de Portland, Oregon, EUA. Desde que pegou numa guitarra, em 2004, escreveu e gravou cerca de 500 canções, tendo colaborado com inúmeros outros músicos.

Em 2012, iniciou uma tour mundial sem fim, abrangendo cerca de 40 países e uma centena de cidades.

Tem 24 anos e vive continuamente perseguindo os seus sonhos.