José Couso: crime de guerra

a ocupação do Iraque

conferência com Javier Couso
5ª feira, 2 novembro,
21h00 entrada livre

José Couso é um de 100 jornalistas que morreram no Iraque nos últimos três anos e meio. José Couso, espanhol, era repórter de imagem da Tele5 e foi assassinado pelo Exército dos Estados Unidos da América – mais três companheiros – no dia 8 de Abril de 2003. A partir de então, o seu irmão Javier desenvolveu uma incessante actividade para exigir investigação e justiça, dando origem ao primeiro mandado de Busca e Captura Internacional por Crimes de Guerra movido contra militares norte-americanos. O caso judicial encontra-se no Tribunal Supremo Espanhol.

Trazendo a público a análise dos factos sucedidos no dia 8 de Abril de 2003, em Bagdad, inseridos no controlo informativo da ocupação do Iraque, Javier Couso tem participado em dezenas de conferências em Espanha e noutros países. Nesse âmbito, realiza três conferências em Portugal, a primeira das quais no Porto, na casaviva167 (Praça Marquês de Pombal, 167).

Esta iniciativa tem o apoio do Espaço Musas, Tribunal Internacional do Iraque – Porto e casaviva167.

Mais informação em http://www.josecouso.info/.

1 comentário :

zamotanaiv disse...

Viva! Durante algum tempo vim cá e nada ainda tinha acontecido, parece que deixei de vir e agora, muito aconteceu. Bravo! Tenho agora, que fazer uma visita fisica, na próxima ida ao Porto que espero que seja para breve.
Abraços

www.20centimetros.blogspot.com